Notícias

Campanha diz que 'jeitinho' típico do brasileiro também é corrupção

Uma campanha contra as pequenas corrupções do dia a dia está fazendo sucesso na internet. A ideia é mostrar os prejuízos causados pela política de "tirar vantagem".

É aquela coisa que muita gente faz, mas que tem consequências até para a economia do país.

A pirataria, por exemplo, causa um prejuízo bilionário à economia brasileira.

O comportamento antiético também traz prejuízos morais, porque a sociedade acaba se tornando tolerante com a corrupção.

Uma campanha lançada pela Controladoria Geral da União nas redes sociais tem chamado atenção justamente para essas pequenas corrupções. São mensagens que fazem refletir sobre coisas culturalmente aceitas, mas que na verdade são antiéticas e até ilegais.

“Colocando esse tema em debate a nossa expectativa era atrair essas pessoas para a importância da participação do cidadão, de cada um na vigilância das coisas da vida pública e também das empresas no combate à corrupção”, explica o representante da CGU.

Muita gente comete as chamadas pequenas corrupções, como comprar filme pirata, por exemplo, porque acha que não está prejudicando ninguém. Mas o Brasil perde R$ 40 bilhões por ano com falsificações e contrabandos por causa dos impostos que deixam de ser arrecadados. Dinheiro que poderia ir para a saúde e para a educação.

“Normalmente as pessoas se preocupam muito com os grandes escândalos, as grandes corrupções, e acabam deixando essas questões rotineiras sem dar muita atenção”, diz um especialista.

Um bom jeito de começar a mudar, é reconhecer os pequenos erros do dia a dia.

A ideia dessa campanha surgiu depois que uma pesquisa, feita pela Universidade Federal de Minas Gerais, mostrou que 23% dos entrevistados não consideravam um ato corrupto dar dinheiro a um guarda para evitar multa. E 35% eram favoráveis à sonegação de impostos altos.

Fonte: http://glo.bo/1ibOqe0 (Texto modificado)

Veja também:

© Copyright 2011 - Krieger Advocacia Especializada